• LinkedIn
  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest

Código de Ética

Tempo estimado de leitura: 14 minutos

Última atualização: 07/10/2020

1. Resumo e objetivo do código

O Código de Ética profissional (“Código”) para Andre Sanches Mentor, Coach, Palestrante, Conselheiro de Mindset e Cultura Ágil e suas subsidiárias (“Empresa”) visa dar a nossos funcionários e colaboradores diretrizes sobre a ética nos negócios e postura em assuntos controversos. Confiamos que você use seu bom senso, mas queremos fornecer a você um guia concreto no qual você poderá recorrer se não tiver certeza de como deve agir (por exemplo, em casos de conflito de interesses). Também usaremos essa política para descrever as consequências de violar nosso código de ética profissional.

2. Âmbito/Escopo

Esta política se aplica a todos que empregamos ou mantemos relações comerciais. Isso inclui pessoas individuais, como funcionários, estagiários, voluntários, mas também entidades comerciais, como fornecedores, parceiros, clientes corporativos ou empresas de capital de risco.

 

Observe que nosso código de ética é um pouco diferente do nosso Código de Conduta. O código de conduta pode incluir elementos como código de vestimenta e uso de mídia social, enquanto nosso código de ética profissional se refere a questões de natureza legal ou moral. Ainda assim, esses dois códigos se sobrepõem.

3. Elementos do código

 

O que se entende por código de ética profissional?

 

Primeiro, vamos definir a ética profissional: é um conjunto de princípios que orientam o comportamento das pessoas em um contexto de negócios. Eles são essenciais para manter a legalidade dos negócios e um ambiente de trabalho saudável.

 

Então, o que é um código de ética? Nossa definição de código de ética refere-se aos padrões que se aplicam a uma configuração específica - neste caso, a própria organização.

Qual é o objetivo de um código de ética profissional?

Ter nossa ética nos negócios por escrito não significa que não confiamos em nossos funcionários. Nós nos esforçamos para contratar pessoas éticas que têm padrões pessoais, portanto, esperamos que um código escrito não seja necessário na maioria das vezes.


Mas pode ser útil em situações em que você se encontre sem saber, ao certo, como agir. A vida é cheia de áreas cinzentas onde o certo e o errado não são tão aparentes. Algumas éticas profissionais também correspondem às leis que você absolutamente deve conhecer para realizar seu trabalho adequadamente, portanto, as mencionaremos em nosso código de ética.

 

Além disso, toda organização faz contratações ruins de vez em quando. Também não podemos prever como as pessoas se comportarão. Quando um funcionário se comporta ou pretende se comportar de maneira contrária à ética profissional ou às leis aplicáveis, teremos diretrizes claras sobre quais ações disciplinares consideraremos.

 

Por esses motivos, recomendamos que você leia este documento com atenção e consulte seu gerente ou RH, em caso de dúvidas.

Os componentes do nosso código de ética profissional

Baseamos nosso código de ética profissional em princípios comuns de ética:

  1. Respeito pelos outros. Trate as pessoas com educação e respeito, acima de tudo.

  2. Integridade e honestidade. Diga a verdade e evite qualquer irregularidade da melhor maneira possível.

  3. Justiça. Certifique-se de ser objetivo e justo e não prejudique os outros.

  4. Legalidade. Conheça e siga a lei - sempre.

  5. Competência e responsabilidade. Trabalhe com afinco, dedicação e eficiência e seja responsável por seu trabalho e pela melhor entrega.

  6. Trabalho em equipe. Colabore e peça ajuda. Esteja aberto para aprender e ensinar sempre, contribuindo para o nosso crescimento mútuo.

Aqui está uma visão geral mais detalhada do nosso código:

3.1 - Respeito pelos outros

 

É obrigatório respeitar todos com quem tenha qualquer tipo de interação, com gentileza, cortesia, educação e compreensão. Deve-se respeitar o espaço pessoal, as opiniões e a privacidade dos outros. É estritamente proibido e resultará em rescisão imediata, o uso de qualquer tipo de violência, seja física, psicológica (ameaças, humilhações e intimidações), moral (difamações, calúnias, chantagens), sexual (abuso, assédio, estupro, exposição de nudez), econômica (retenção de bens ou capital, roubo, furto) ou social (discriminação, segregação, intolerância).

 

O que constitui assédio? Para responder a isso, temos uma política sobre assédio [a ser publicada] e uma política mais específica sobre assédio sexual [a ser publicada] que você poderá dar uma olhada. Como regra geral, tente se colocar no lugar de outra pessoa. Como você se sentiria se alguém se comporta de uma maneira específica e diferenciada com você? Se a resposta for “Eu não gostaria muito” ou “Eu nunca deixaria que se comportassem assim comigo”, então não toleramos esse comportamento, independentemente de quem é a pessoa.

 

Se alguém, seja cliente, colega ou parte interessada, for ofensivo, humilhante ou ameaçador em relação a você ou a alguém que você conhece, relate imediatamente ao RH ou ao seu gerente. Você também pode relatar grosseria e indiferença se eles se tornarem excessivos ou frequentes.

3.2 - Integridade e honestidade

 

Primeiro, tenha sempre em mente a missão da nossa organização. Todos trabalhamos juntos para alcançar resultados específicos. Seu comportamento deve contribuir para nossos objetivos, financeiros ou organizacionais.

 

Seja honesto e transparente ao agir de maneira a impactar outras pessoas (por exemplo, tomar decisões estratégicas ou decidir sobre demissões). Não toleramos conduta maliciosa, enganosa ou mesquinha. Mentiras e trapaças são enormes bandeiras vermelhas e, poderão enfrentar disciplina progressiva [a ser publicada] ou rescisão imediata, dependendo do dano causado.

 

Roubar da empresa ou de outras pessoas é ilegal e você sofrerá repercussões dependendo da gravidade de suas ações. Por exemplo, em caso de roubo ou uso indevido de material de escritório, poderá receber uma reprimenda, enquanto em caso de roubo de dinheiro ou dados (por exemplo, se envolver em fraudes ou peculato), será demitido e enfrentará consequências legais. A decisão fica a critério do RH, caso a caso.

Conflito de interesses

 

Conflitos de interesse podem ocorrer sempre que seu interesse em um determinado assunto te levar a ações, atividades ou relacionamentos que prejudiquem a empresa. Isso inclui situações como usar a autoridade da sua posição para obter ganhos pessoais ou explorar os recursos da empresa para apoiar um negócio pessoal para ganhar dinheiro. Mesmo quando você aparentemente age em vantagem da empresa, pode realmente a deixar em desvantagem. Por exemplo, se um funcionário usar métodos duvidosos para obter informações sobre a concorrência e aumentar seu recorde de vendas, suas ações terão um impacto positivo na receita da empresa, mas colocará a empresa em risco legal promovendo práticas comerciais não saudáveis.

Se você tiver criado um conflito de interesse, este precisa ser imediatamente reparado e encerrado. Se o conflito de interesses for involuntário (por exemplo, comprar ações de uma empresa sem saber que elas são concorrentes), tomaremos medidas para corrigir a situação. Se você repetir a ofensa, poderá ser prejudicado e sofrer consequências legais.

3.3 - Justiça

Não agir de maneira a explorar outras pessoas, seu trabalho duro ou seus erros. Dar a todos a mesma oportunidade e reportar quando alguém não o fizer.

 

Ser objetivo ao tomar decisões que possam impactar outras pessoas, inclusive quando você decidir contratar, promover ou demitir alguém. Certificar-se de que você possa justificar qualquer decisão com registros ou exemplos escritos. Procurar e usar os métodos mais objetivos em qualquer caso, por exemplo, ao entrevistar candidatos, fazer as mesmas perguntas para todos eles e evitar julgar critérios não relacionados ao trabalho, como roupas, aparência etc.

Além disso, não discriminar pessoas com características protegidas [link em Inglês da Comissão de Igualdade e Direitos Humanos] (por exemplo, idade, deficiência, mudança de sexo, casamento e parceria civil, gravidez e maternidade, raça, religião ou crença, sexo, orientação sexual), pois isso é proibido pelas leis internacionais e nacionais. Se você suspeitar que possa ter um viés inconsciente que influencia suas decisões (fazer o Teste da Associação Implícita de Harvard pode ajudá-lo a determinar isso), peça ajuda ao RH.

 

Ser justo ao exercer autoridade. Não mostrar favoritismo em relação a funcionários específicos e ser transparente quando decidir elogiar ou recompensar um funcionário. Você também é obrigado a seguir a política de contratação de parentes [a ser publicada], que o proíbe de ter um relacionamento de reporte, gerenciamento ou subordinação com um parente.

 

Se você precisar disciplinar um funcionário, certifique-se de ter preparado um caso que possa apresentar ao RH. Não é permitido nenhum tipo de retaliação contra funcionários ou candidatos [a serem publicados] (como nos casos em que eles apresentarem queixas), pois isso é proibido por lei [a ser publicado].

 

Ser justo com clientes, parceiros, fornecedores, governos, partes interessadas e a sociedade em geral também. Se você acreditar que nossa empresa esteja errada em um caso específico, não tente encobri-la ou acusar o outro lado. Discuta com seu gerente para encontrar soluções que possam beneficiar os dois lados.

3.4 - Legalidade

 

Você é obrigado a seguir todas as leis que se aplicam à nossa organização. Dependendo do seu papel e profissão, pode haver várias leis que você precisa observar. Por exemplo, contadores e profissionais da área da saúde têm suas próprias restrições legais e devem estar plenamente cientes delas.

 

Ao preparar contratos, cláusulas, isenções de responsabilidade ou cópias on-line que possam ser regidas por lei (como formulários de consentimento), solicite a verificação de um advogado ou um escritório de advocacia antes de finalizar qualquer coisa.

Você também está coberto por nossa Política de Confidencialidade [a ser publicada] e da Política de Privacidade. É expressamente proibido expor, divulgar ou colocar em risco informações de clientes, funcionários, partes interessadas ou nossos negócios. Sempre siga também nossa política de segurança cibernética [a ser publicada].

 

Seguir as leis relativas à fraude, suborno, corrupção e qualquer tipo de agressão é uma obrigação de todos nós. Você também é obrigado a seguir as leis sobre trabalho infantil [a serem publicadas] e não efetuar negócios com organizações ilegais.

Se você não tiver certeza de qual é a lei em um caso específico, não hesite em perguntar através dos Contatos Institucionais.

3.5 - Competência e responsabilidade

 

Todos nós precisamos colocar uma quantidade saudável de esforço em nosso trabalho. Não apenas porque somos todos responsáveis ​​pelo sucesso da organização, mas também porque a falta de comprometimento afeta nossos colegas. Trabalho incompleto, ineficiente ou lento pode atrapalhar o trabalho de outras pessoas ou levá-las a arcar com os encargos.

 

Isso entra em conflito direto com nossos princípios de respeito e integridade.

 

Também esperamos que você aproveite as oportunidades de aprendizado e desenvolvimento, no trabalho ou por meio de material ou treinamento educacional. Se não tiver certeza de como conseguir isso, tenha uma discussão aberta com seu gerente.

 

Além disso, assuma a responsabilidade por suas ações. Todos cometemos erros ou precisamos tomar decisões difíceis e é importante que os confiemos a eles. Deixar de ser responsável regularmente ou em situações importantes (por exemplo, um erro crucial em nossos registros financeiros) resultará em rescisão. Se você assumir a responsabilidade e encontrar maneiras de corrigir seus erros sempre que possível, estará em uma posição muito melhor.

3.6 - Trabalho em equipe

 

Trabalhar bem com os outros é uma virtude e não uma obrigação. Você certamente trabalhará autonomamente e se concentrará em seus próprios projetos e responsabilidades. Mas você também deve estar pronto para colaborar e ajudar os outros.

 

Seja generoso com sua experiência e conhecimento. Esteja aberto a aprender e evoluir. Se os dias passam sem você consultar ou fazer um brainstorming com alguém, você está perdendo oportunidades de excelência. Em vez disso, trabalhe com outras pessoas e não hesite em pedir ajuda quando precisar.

Tenha sempre em mente o nosso propósito e que, para ele seja alcançado, precisamos estar todos na mesma direção, buscando sempre nos desenvolver como pessoas e profissionais para nos tornarmos cada vez melhores e entregar melhores resultados e experiências a todos.

4. Geral

 

A empresa se reserva o direito de atualizar os termos do código de tempos em tempos, a critério exclusivo da empresa. Você deve revisá-lo periodicamente para quaisquer atualizações e modificações.

Se este código for traduzido para outros idiomas e houver discrepância entre as versões, prevalecerá a versão em português (Brasil).

Se você precisar de informações adicionais sobre o site ou este código, entre em contato conosco através dos Contatos Institucionais.